Pular para conteúdo
Estamos entregando normalmente! Dúvidas, entre em contato!
Whats App - (11) 99783.7306
Luvas de Segurança Para Risco Químico EN374

Luvas de Segurança Para Risco Químico EN374

Luvas de Segurança Para Proteção Química EN374

A proteção contra produtos químicos estão entre as substâncias mais perigosas de gerenciar no ambiente de trabalho. Felizmente, luvas que possuem proteção química passam por rigorosos testes antes de serem consideradas quimicamente resistentes. E esses testes são baseados e orientados pela Norma EN374.

Tudo o que você precisa fazer ao escolher uma luva de segurança resistente a produtos químicos é dar uma olhada de que maneira a luva atende a norma EN 374.
É preciso entender como os modelos específicos de luvas de segurança para produtos químicos reagiram com os testes feitos em relação aos solventes, alcalinos, cetonas, álcoois e muito mais. 

A norma EN374 estabelece os requisitos para as luvas de proteção química destinadas á proteção do usuário contra produtos químicos e / ou microrganismos.
É importante saber que esta norma não estabelece requisitos de proteção mecânica, logo não foram testadas sua resistência à abrasão por exemplo.

As luvas de proteção química são consideradas de categoria III e são dividas nas seguintes partes: 

ISO EN374-1:2016: Terminología e requisitos exigidos para riscos químicos.
• EN374-2:2014: Determina a resistência à penetração de produtos químicos.
• EN16523-1:2015: Permeação por químicos líquidos segundo condições de contato continuo.
• EN374-4:2013: Determinação da resistência à degradação das luvas por produtos químicos.

Luvas resistentes a produtos químicos comuns incluem:

Luvas de Proteção PVC são feitas de borracha sintética e protegem contra muitos produtos químicos, como peróxido, combustíveis, ácidos altamente corrosivos e bases fortes. Essas luvas também resistem à oxidação e à abrasão e permanecem flexíveis em baixas temperaturas.


• Luvas de Borracha Natural (Látex) são confortáveis ​​e apresentam excelente resistência à tração, elasticidade e resistência à temperatura. Além de resistir à abrasão de lixamento e polimento, essas luvas protegem contra a maioria das soluções aquosas de ácidos, álcalis, sais e cetonas. Luvas hipoalergênicas, forros de luvas e luvas sem pó são alternativas para trabalhadores alérgicos ao látex.


• Luvas de Neoprene são feitas de borracha sintética e oferecem boa flexibilidade, destreza dos dedos e alta densidade e resistência ao rasgo. Eles se defendem contra fluidos hidráulicos, gasolina, álcoois, ácidos orgânicos e álcalis e geralmente têm propriedades químicas e de resistência ao desgaste superiores às luvas feitas de borracha natural.


• Luvas Nitrílicas são feitas de um copolímero e fornecem proteção contra solventes clorados, como tricloroetileno e percloroetileno. Eles oferecem proteção ao trabalhar com óleos, graxas, ácidos, cáusticos e álcoois, mas geralmente não são recomendados para uso com agentes oxidantes fortes, solventes aromáticos, cetonas e acetatos.

Artigo anterior Respirador Motorizado - O que é? Para que serve?
Próximo artigo O Que é Grafeno? Luva em Grafeno Nova Tecnologia